Total de visualizações de página

Translate

sábado, 23 de junho de 2012

articular em mim

Usei-me com a obra de arte
e a outra me disse “eu não disse nada!”

Arrepiei-me em ver que outros já se buscaram
como eu, que me perdi em mim mesma.

Não fui aceita e nem rejeitada,
simplesmente perdida.

E a leveza hoje existe, mas pelo contrario
as informações insistem em passar rápido demais.

E vem arte nos mostrar; vai fique, leve, pluma, solta,
ajude, e me ajude, ajuste, louco, manso, perto e longe.

O mundo já foi criado por muitos e é o
momento de dizer sim e não ao mesmo tempo,
é o momento de sentir tudo e de dizer nada,
e de ser ao mesmo tempo você e todos,
se fundindo em matéria e sentimento.

OH que lamento, mas que desprezo,
e ao mesmo tempo sujeito imenso.

Fui, e não cheguei, gastei e não comprei,
esse é o nosso mundo,
mundo,
mudo,
surto,
mundo,
mundo,
mudo,
mudo,
mundo.
Calado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário